O REINO TEM UM REI


2 Samuel 12:7-15

 
 "Um grande privilégio meu e outros pastores é o de acompanhar um povo levantado por Deus e testemunhar evidências do Seu poder. Porém, enquanto uns arrancam suspiros dos pastores, outros dão testemunhos que nos levam a dizer misericórdia. E nósí Se alguém ficar um tempo sem nos ver, dirá Glórias a Deus ou misericórdia? Este despertar espiritual que vemos em algumas pessoas está à disposição para todos desde que enfrentemos a via do arrependimento. Uma coisa é se arrepender de pecados latentes outra é viver o verdadeiro arrependimento. Mas há áreas ainda que nos fazem pecar – pecados ocultos que não estão escondidos dos olhos de Deus.

 
Sabemos que as bênçãos já foram liberadas, mas não chegam até nós porque não alcançamos esse arrependimento. São pastores, líderes de células e pessoas levantadas por Deus, mas que não viveram um real arrependimento. Possuem áreas fracassadas e não conseguem ministrar sobre todas as coisas com liberdade, pois estão cativos e só conseguem falar sobre o que alcançou vitória. Deus espera um povo que não somente rasgará as suas vestes para simbolizar um arrependimento externo, mas que não admite pecado. Deus é tardio em irar-se e nos dá chance de nos arrepender e aproximarmos do Seu altar, encontrando misericórdia e não castigo.

 
Deus concede a Davi o título de “homem segundo o coração de Deus” – que nos leva a crer que ele fez o que agradava a Deus. Mas sabemos que Davi caiu. Temos exemplos de vidas que começaram bem, sendo abençoado e exercendo liderança, só que começa a se sentir inatingível, achando que o cotidiano está sem graça, que a sua família o sufoca e resolve dar um tempo na varanda. Foi o que aconteceu com Davi, que ao sentir muita responsabilidade vai pra varanda e vê Batseba. Ele é pego com espírito de sensualidade. Não caiu da noite para o dia, mas permitiu que satanás lançasse sementes em seu coração, tornado seus olhos maus. Davi tenta resistir a imagem que deu espaço para satanás agir na lascívia, mas fica com vontade de olhar novamente até que convida Batseba para visitá-lo. Varanda quer dizer hora e lugar errado – o tempo a mais que você se deixa levar: computador, TV, festinha social.

 
Davi só queria uma aventura, mas houve conseqüência. A situação chega aos céus e Deus levanta o profeta Natã para mostrar a gravidade do seu pecado. Deus usa os seus para alertar a voltar ao caminho. A mensagem do profeta está dizendo que se não se arrepender, o problema se agigantará e que não ficará sem as conseqüências, e as mostra para que ele se lembrasse de onde Deus o tirou.

 
1º conseqüência: na área financeira – pode não ser na hora, porque o salário do pecado é a morte, e o salário vem depois de um tempo. Quando existe autoridade sobre sua vida, autoridades espirituais se achegam porque querem o domínio que está sobre você. É uma entidade que vem com espírito de sedução para destruir anos de esforço. O lar é desestruturado, os filhos se afundam nas drogas. Davi não podia mais ser abençoado, pois seu pecado paralisou e ele foi culpado por não receber as bênçãos.

 
2º conseqüência: trás a espada – Davi foi mentor intelectual de um crime. Quando há uma relação extraconjugal e acontece uma gravidez indesejada, a solução que encontram é o aborto, prática abominável diante de Deus. No Salmo 51, Davi ora a Deus para que o livre dos pecados de sangue.



3º conseqüência: trás vergonha e destruição familiar – Deus diz que Davi pecou com uma mulher, mas a sua descendência sofreria a conseqüência dez vezes mais e todos ficariam sabendo. Viveu a vergonha de ver a sua família abalada pelos pecados que seu filho cometia com as suas concubinas.

 

4º conseqüência: maldição familiar – Salomão, seu filho, pecou por causa de mulher e o reino começa a ser dividido.

 

Mas Deus diz que há uma saída. Na hora que Davi vê tudo desabando, resolve confessar o seu pecado. O Salmo 51 foi lido no templo, a confissão dos pecados de Davi se tornou público. Talvez, temos que ficar marcados, mas isso é para que não sejamos tragados. O pecado, Deus perdoa, mas as conseqüências precisam ser administradas.

 

Nada muda o que Deus determinou. Se pecarmos, errarmos, Deus nos perdoa, mas precisamos pedir para Ele estratégias para passar pelas conseqüências. Davi perdeu o filho. Nós podemos perder ministério, casamento, emprego ou o que nem achamos que perderíamos. A Bíblia diz no Salmo 32:1-2, que o homem que não tem nada que possa condená-lo é bem-aventurado. A confissão breca todas as maldições e traz restauração, cura e libertação. A prova de que Davi se arrependeu, foi que nunca mais caiu no mesmo pecado. Esta é a diferença entre arrependimento e remorso. Quando nos arrependemos, sentimos dor e não tememos perder coisas. Tememos ferir o coração do Pai. Não tenha dificuldade de se concentrar, porque esta palavra pode ser exatamente para quem está divagando e não consegue ouvir o que Deus está dizendo. Bem aventurado aquele cuja transgressão é perdoada e cujo pecado é coberto.

 

Deus abençoe!"

Devocionales Cristianos www.devocionalescristianos.org