Há muitos anos, nasceu um menino na Rússia que se achava tão feio à ponto de ter a certeza de que jamais seria feliz. Ele lamentava o fato de ter um nariz muito largo, lábios grossos, olhos pequenos e cinzentos, mãos e pés grandes demais. Sentido-se infeliz por se considerar feio, ele pediu a Deus que realizasse um milagre e o tornasse um belo rapaz. Prometeu que se Deus fizesse isso, ele lhe entregaria tudo o que possuía e o que viesse a possuir.
 
Aquele menino russo era o conde Tolstoi, um dos autores mais famosos do mundo no começo do século 20, talvez mais conhecido pelo seu épico Guerra e Paz.
 
Em um dos seus livros, Tolstoi admite que, ao longo dos anos, descobriu que a beleza física que um dia ele tanto buscou não era a única beleza na vida. Na verdade, não era a mais importante.
 
Tolstoi chegou a considerar a beleza de um caráter forte como o bem maior que existe aos olhos de Deus.
 
Hoje em dia, muitas pessoas gastam enormes quantias de dinheiro para ter uma bela aparência física. O caráter, em contraste, não tem nada a ver com dinheiro ou aparência. Tem a ver com fazer o que é certo sem preocupar-se com o dinheiro, e defender o que é certo sem preocupar-se com as aparências.
 
"A integridade dos retos os guia…" – Provérbios 11:3
 


Devocionales Cristianos www.devocionalescristianos.org

DEJA TU OPINIÓN

Por favor ingrese su comentario!
Por favor ingrese su nombre aquí