Agora também no ORKUT:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=3737734

Visite e participe!!!


Yahoo! Grupos Meus Grupos | ccjunior Página Principal

Graça  e  Paz
 
Marcos 7: 5 perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não seguem os teus discípulos a tradição dos anciãos, mas comem com mãos impurasí
Aqui não vai qualquer crítica a qualquer grupo ou denominação religiosa, apenas um comentário pertinente.  O mandamento de Deus e as tradições dos homens.   A Palavra nos indica  que o cristianismo é uma religião espiritual e não formal; que a verdadeira contaminação é do mal que sai do coração, não do alimento que entra pela boca.
 
Hoje ainda observamos alguns grupos que priorizam usos, costumes e tradições.    É fácil haver uma religiosidade exterior que faz muita questão de ritos e cerimônias, da distribuição do cálice do Senhor em um ou mais copos, da atitude do corpo em oração, mas que não se preocupa com o estado do coração.     Podemos ter quase a certeza de que, na medida em que alguém se preocupa com coisas materiais, deixa de apreciar os valores espirituais. Alguns chegam a ponto de excomungar os irmãos mais espirituais, uma vez que estes não usam os mesmos ritos e cerimônias.
Podemos considerar quatro pontos: 1 –  a tradição dos anciãos;  2 –  o costume dos discípulos;  3 –  Como os fariseus comentaram o caso;   4 –  Como Jesus vindicou seus discípulos.
 
Qualquer grupo ou denominação pode adotar seus dogmas, usos e costumes; isso não irá condena-los, mas o importante é que não usem esses artifícios para criticarem os que não adotam tais costumes.      Notemos como grande parte da religião dos fariseus consistia em censurar os outros. Vieram de Jerusalém, uma viagem de muitas léguas, não para aprender mas para criticar.      A explicação dos versículos 1 à 4 mostra que Marcos não escreveu para os judeus, que já sabiam seus próprios costumes.    “Que seja um corbã” (uma oferta dedicada a Deus, v. 11), assim permitindo a um filho mau alegar que seus bens eram dedicados a Deus, e por isso não disponíveis para sustentar seus velhos pais.
 
“O Senhor explica que o processo de comer, ainda que sem a cerimônia de lavar as mãos, à qual os fariseus davam tanta importância, não contamina o homem. Embora algumas partículas de impureza fossem ingeridas, tudo seria purgado na ordem natural, e o homem não ficaria pior”.
 
“Marcos salienta mais do que Mateus a escrupulosidade religiosa que se preocupa com o exterior, as lavagens, cerimoniais de mãos, copos, vasilhas, leitos,  uma coisa enfadonha e sem proveito espiritual. Deus, pela pena de Isaías (29.13), havia caracterizado isso como mero externalismo sem coração. Mandamentos humanos pretendendo autoridade divina,  uma coisa tão essencialmente oca que o Senhor a denuncia como hipocrisia”.
 
Fonte: A Biblia Explicada (S.E.McNair)
Moderadores CCJUNIOR
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.



Links do Yahoo! Grupos


DEJA UNA RESPUESTA

Por favor, introduzca su comentario!
Por favor, introduzca su nombre aquí